domingo, 15 de dezembro de 2013

Paz na Terra

Imagem extraída do Google.

No finalzinho de novembro em 2009, eu fiz este poema e o refiz em dezembro de 2013; acreditando na alma da palavra, nos saberes ancestrais que fortalecem as aldeias;  nos Anjos da Guarda e  nas estrelinhas do Natal  para transformar esses tempos tão difíceis em tempo de paz.
Escolhi a foto de Ammar Awad/Reuters para ilustrar o poema; a imagem é formada por crianças refugiadas palestinas,  numa enorme representação da "Pomba da Paz" (1949), do pintor Pablo Picasso.
Desejo a todos(as) um Feliz Natal na esperança de que a  alegria, a saúde, o amor e a prosperidade se multipliquem no Ano Novo!
Com abraçares,
Graça Graúna


Paz na terra

Não bastam os seus olhos
seus ouvidos
sua boca
seu coração
suas mãos
seus pés...

Se não for pedir muito
compartilhe o seu jeito
de ser e viver
pela não-violência
em nome da Paz


(Graça Graúna)

Nenhum comentário: