quinta-feira, 20 de junho de 2013

“Um por todos e todos pela paz”


         Do Brasil para o mundo... Junho de 2013. Alguns dos melhores cartazes das passeatas em São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Recife, Alagoas, Belo Horizonte, Brasília, Florianópolis, Vitória, Porto Alegre... revelam que o nosso desejo de mudança vai além dos 0,20 centavos; sugerem também o direito de sonhar porque o sonho não acabou; que lutamos pelo direito à educação, à saúde, à justiça, à liberdade, à qualidade de vida. 

          Lutar é um direito de todos que se interessam pela paz. Uma leitura atenta dos cartazes sugere caminhos para a compreensão de que nós brasileiros(as) não fugimos à luta, pois sobretudo amamos a Paz. Trilhar o bom caminho da participação popular é um direito e esse direito não é brincadeira como mostram as sábias palavras de pessoas idosas, ativistas e fortalecidas pela esperança dos mais jovens. Também é nosso dever zelar pelos bens públicos. Violência, não.  É nossa também a obrigação de compartilhar com o nosso voto para organizar o país em que vivemos e é dever também de cada político honrar a confiança  que neles depositamos. 

          É nosso direito mostrar o nosso sofrimento, o nosso desamparo, o nosso desassossego, pois "tem tanta coisa errada que nem cabe em um cartaz".  


(Graça Graúna, Nordeste do Brasil, junho de 2013)

Obs: as imagens que seguem foram extraídas do Google.






Nenhum comentário: