terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Poema de Ano Novo


 Nascer do Sol no Cerrado. Foto: Íris Cruz


Nada de novo e tudo de novo:
um raio de sol
toca os ombros da gente
aguçando a vontade de viver

Graça Graúna
Planalto Central do Brasil, 01.jan.2013


Nota: fiz estes versos tão logo recebi do amigo Joe Brazuca um poema acerca do Ano Novo.




2 comentários:

Ademario Ribeiro disse...

GG, grão querido,
Esse por-do-sol da Iris
me faz pensar na expressão
da paisagem de breu e luz
que os ciclos dominam
as vidas por aqui...

Graça Graúna disse...

AR, meu querido: grata por visitar este blog e deixar suas pensamentações sempre necessárias. Logo, logo tudo será luz, somente luz. Bjos pra Natalina e Yã.