sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Na trilha das mulheres árvores




Texto: Graça Graúna

Na Trilha das Kura-Bakairi: de mulheres árvores ao associativismo do Instituto Yukamaniru. Eis o título do artigo de Isabel Taukane (povo Bakairi/MT), aluna do Mestrado Profissional em Sustentabilidade junto a Povos e Terras Indígenas. Sob a orientação do Prof. Dr. Henyo Barrtob Filho (UNB), Isabel Taukane defenderá o seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).  A Comissão de Defesa de Mestrado é composta pelas seguintes professoras: Profª Drª. Cristiane Portela (membro interno), Profª. Drª. Thereza Martha Pressoti Guimarães (membro externo: UFMT) e Profª. Drª. Graça Graúna (povo Potiguara; convidada indígena de honra: escritora de literatura indígena) e a titular Profª Drª Monica Nogueira (membro interno), como suplente.

Data: 30/01/2013
Hora: 09hs
Local: Centro de Desenvolvimento Sustentável - CDS/UnB, Brasília/DF.

10 comentários:

Ademario Ribeiro disse...

GG, querida mana, educadoras das pontes, salve!

Que lindas travessias desses(as) mestres! Que linda também é a ponte que você entre outros(as) professores(as) em participar desse momento histórico. Que profundas dimensões ancestrais e contemporâneas possam contracenar e virem a serem alcançadas, tomara!

Que saberes indígenas e acadêmicos possam dialogar!
Que Ninhò ou Nhanderu – Deus -, em todos os povos, nos acolha!

À você, minha admiração e amor!
Awere!

Daniel Munduruku disse...

Parabéns, linda irmã.
Legal ter essa lembrança dos mais jovens. Somos parte deles, eles são parte da gente. Fico contente com toda esta nova safra de bons pensadores indígenas.
Bom trabalho por lá e leve meu abraço à querida Taukane.
Receba meu beijo também.
Daniel

Graça Graúna disse...

Dani, querido irmão de luta: passei uma mensagem pra nossa Eliane Potiguara, informando que o seu nome e o dela constam da referência bibliografia do trabalho de Isabel Taukane. É um trabalho muito bem feito e bonito e que merece ser conhecido e divulgaqdo pelos demais parentes. Aproveito a oportunidade pra dizer uma coisa que você já sabe: que admiro muito a sua produção literária e te quero muito bem. Que Ñanderu nos acolha sempre.
Graça Graúna

Graça Graúna disse...

Ademario, querido: muito grata - de coração - por sua doce presença. Fico torcendo também pra você fazer esse mestrado.Pelo diálogo indígena sem´pre.

Graça Graúna disse...

Opinião da parente Eliane Potiguara, pelo yahoo.

parabéns , graça que deus te ilumine sempre....suas análises sobre a literatura indígena muito contribuem para a visibilidade e o fortalecimento da literatura sob aspecto indígena.parabéns.....ELIANE POTIGUARA

Graça Graúna disse...

Querida Eliane - irmã de luta: o trabalho de mestrado de Isabel está muito bem feito e bonito. Você e o Daniel aparecem nas referencias do trabalho dela.
Que Ñanderu nos acolha
Graça Graúna

Graça Graúna disse...

Comentário do Prof. Manoel Barros (UPE), pelo yahoo.

Parabéns! Grande Gaúna!

Um grande Abraço!


Graça Graúna disse...

Comentário do Prof. Henyo (Unb):

Muito massa!

Vou linkar nas redes.

Até quarta, Henyo

Graça Graúna disse...

Comentário do Prof. Pedro Falcão (Upe), por iphone:
Profa. Graça, parabéns.
Pedro


Graça Graúna disse...

Comentário do Prof. Benedito Bezerra (upe), via iPad

Graça
Parabéns. Sei que nao é fácil participar de bancas quando estamos fora de programas de pos-graduação. Mas logo nosso problema estará resolvido com o PROFLETRAS.
Grande abraço.

Benedito Bezerra
Enviado via iPad