quinta-feira, 11 de março de 2010

Tocar o mundo*

Imagem: Fernando Stanknus, no Flickr

Estar no mundo
Não é favor
É louvor.

Raças, etnias se fizeram uma...
No Brasil
Se fizeram ânima.

E as brumas se desfizeram
Numa única pena da graúna
No ribombar da vida esperança
Essa ave augura a recriação humana
Brasileiríssima graúna.

Seu solopio por sobre grotas e veredas
Metafórica imagem de liberdade.
Sinaliza o último lugar de sonhos
Pois lá na plácida alvorada
Das promessas descalçadas de esperança
Não permite
Alva lembrança.
Única vontade de por fim ao desengano
Dos desenganados.

Só uma certeza resta.
Na fresta.
O sonhar, o espanto.
O solopio da graúna
Que teima.
Que levanta.
Um desabafo desafio
Tocar o mundo “com a justa ira dos traídos”.

(*)poema de Josuado Meneses

Nota 1: Eu, Graça Graúna, gostaria de compartilhar o poema "Tocar o mundo"; um presente que ganhei de Josualdo Meneses: poetamigo, professor de História na UPE. Ele aprendeu com Paulo Freire a não esconder o desejo de um mundo mais justo, um mundo melhor.
Nota 2: solopio é um neologismo do poeta Josualdo.
Nota 3 - poema disponível também no Overmundo.

10 comentários:

Juscelino V. Mendes disse...

Minha querida,
seu blog expressa o seu jeito de ser mulher e poeta! Parabens...

Você já leu o meu poema em homenagem às mulheres?

http://juscelinomendes.blogspot.com/

Um beijo, Graça.

IVANCEZAR disse...

E vamos, pois, deixar um louvor !
Não só à vida - ao mundo ...
Mas também à poesia !
Bj

GRAÇA GRAÚNA disse...

Salve, salve, Ivan Cesar! Meu amigo, grata pela presença. Bjos.

GRAÇA GRAÚNA disse...

Meu querido irmão de luta, Juscelino: guardarei para sempre suas boas palavras. Acredite. Grata pela leitura sobre "Tocar o mundo". Paz em Ñanderu.

Márcia Sanchez Luz disse...

Feliz Dia da Poesia, minha querida Grauninha! Continue a nos tocar com sua poesia intensa e comovente.

Beijos carinhosos

Márcia

GRAÇA GRAÚNA disse...

Marcia, querida irmã das letras: muito grata por lembrar de mim no dia da poesia. Abraços mil pra você também. Bjos, Grauninha

Almirante Águia disse...

Graça Querida Poeta

Feliz quem sabe e pode desfrutar-se da poesia, sábios e felizes os que presenteiam e os que compartilham.

Grauninha, estive um tempinho fora de atividade por força do trabalho e da vida doméstica, mas estou tentando manter-me na rede, coloquei um novo texto em Altair Blog e peço-lhe uma leitura.

Abração
Tenha uma boa semana

GRAÇA GRAÚNA disse...

Ñanderu, Oxalá, Yvy Marãey....só sei meu amigo Almirant4e Aguia que você é um ser de muita luz. Fique certo que o mundo fica bem melhor quando você está por perto. Grata pela visita ao meu blog e parabens por este seu espaço aconchegante. Paz e bem, Grauninha

Cíntia Thomé, Jornalista, Poeta . disse...

No Brasil se fizeram Anima...
Josualdo Menezes soube tansmitir com mestria nosso mundo com a alma de bom Poeta, vibrando em cada vão de suas palavras
Vou postar qdo eu tiver fotografias novas no flickr*aviso) ...Aplausos mesmo!

GRAÇA GRAÚNA disse...

Cintia, minha querida irmã das letras: nunca é demais agradecer sua atenção, seu carinho. Fico feliz demais com a sua presença.Transmitirei ao Josualdo suas palavras. Bjos.