segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Cartografia do imaginário

Book tree, de Salvador Dali.



...do meio da noite
ao meio do dia
o espanto do universo
retalhado em fatias
alimenta o poema
e a vertiginosa fome de vencer
o intrincado mundo das palavras
da noite ao meio dia
(a)talhos e fatias
dos muitos caminhos do mundo
alimentam
a cartografia do imaginário
do corpoema

***

Graça Graúna, Nordeste doBrasil, 16.nov.2009.

Nota: poema publicado no Overmundo.

***

Graça Graúna. Canto mestizo. Maricá/RJ: Blocos Editora, 1999, p.69. [com prefácio de Leila Miccolis].

2 comentários:

NAMIBIANO FERREIRA disse...

Gostei do poema, parabéns!
"a cartografia do imaginário
do corpoema"

Kandandu

GRAÇA GRAÚNA disse...

Meu estimado Namibiano: fico muito feliz com a sua presença, aqui, no meu blog. Bjos, Grauninha