quarta-feira, 24 de junho de 2009

Pai-Mãe do Cosmos

Mino - Cena Ecológica


Pai Nosso

A oração do Senhor (Tradução do Aramaico)


Ó Força procriadora! Pai-Mãe do Cosmos,
focaliza tua Luz dentro de nós, tornando-a útil.
O Teu desejo Uno atue então com o nosso,
assim como em toda luz e em todas as formas.
Dá-nos todos os dias o que necessitamos em pão e entendimento.
Desfaz os laços dos erros que nos prendem,
assim como nós soltamos as amarras
com que aprisionamos a culpa dos nossos irmãos.
Não permitas que as coisas superficiais nos iludam,
mas liberta-nos de tudo que nos detém.
De Ti nasce toda vontade reinante, o poder e a força viva da ação,
a canção que se renova de idade a idade e a tudo embeleza.
Verdadeiramente – poder a esta Declaração –
que possa ser o solo do qual cresçam todas as nossas Ações.
Amém .

O Pai Nosso (em Aramaico)

Abwun d’bwashmaya
Nethqadash shmakh
Teytey tzevyanach aykanna d’bwashmaya aph b’arha
Hawvlan lachma d’sunqanan yaomana
Washboqlan khaubayn (wakhtahayn) aykana daph khnan
shbwoqan I’khayyabayn
Wela tahlan I’nesyuna
Ela patzan min bisha.
Metol dilakhie malkutha wahayla wateshbukhta
I’ahlam almin.
Ameyn


NOTA: postagem solicitada pelo lider indígena Manuel Fernandes Moura Tukano

3 comentários:

GRAÇA GRAÚNA disse...

Palavras de Moura Tukano, no VI Encontro de Escritores Indígenas. Na UERJ, antes de fazer a leitura do Pai Nosso (traduzido do aramaico), Moura disse o seguinte:
----------
Por falar em natureza, luz, vida, o índio também foi buscar a verdadeira tradução de uma oração feita no idioma aramaico. Ela está escrita, mas ninguém procurou buscar direto da literatura do idioma escrito. E eu trouxe pra vcs, pra quem quiser 1 cópia. Vou ler agora pra vcs no idioma português.

Marcelo Novaes disse...

Graça,


A Oração do Senhor em aramaico é extremamente cósmica. Abrangente, quanto a sexo e natureza.

Esse Deus é Pai-Mãe.



Beijos,





Marcelo.

GRAÇA GRAÚNA disse...

Estimado Marcelo Novaes, gratíssima pela presença; sobretudo pelo olhar cósmico a respeito do fazer poético do nosso Frei Beto. Bjos de luz, Graça Graúna