quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Verve da re-leitura em JG Neres

Capa: Agnes Pires

Recebi do poeta JG Neres (Grupo Palavreiros) uma homenagem. Trata-se da re-leitura que ele fez do meu livro Canto Mestizo (Blocos Editora). Fazer re-leitura não é uma tarefa fácil; pois é preciso ter verve para esse tipo de diálogo e o Neres fez com mestria. Obrigada, poetamigo. Bjos, Graça Graúna.

Canto Mestizo

à Graça Graúna

Canto de cigarra
na árvore do mundo
tear do tempo
oculta Lorca
e as doze pedras
labirintos
II
minha aldeia
escrita ferida
voz desnuda
sem ninho

o homem se fez:
criatura avessa ao tempo
flagelo-fome-novela
no pó, poesia
sagrado vôo dos peixes
nossa imagem de mistérios
semente
parto da terra

deserto de cidades

o destino
pavimenta
aldeia-meninas-cores-filhos

choro
versos
de restos mortais
sudário de pôr de sol

canto mestizo
de anjos e pássaros
deuses extintos

2 comentários:

Márcia Sanchez Luz disse...

Grauninha querida, que delícia de homenagem!! ;-) Você merece este e muitos outros carinhos!
Parabéns ao Neres pelo delicioso diálogo com seu "Canto Mestizo".

Obrigada pelo carinho de sua visita e de suas palavras, sempre tão doces.

Beijos em seu coração, Ave Guerreira ♥

Márcia

GRAÇA GRAÚNA disse...

Querida Marcia - obrigada mais uma vez por sua preciosa atenção aos meus escritos. Bjos.