quinta-feira, 5 de junho de 2008

A força da imagem-palavra indígena



Da esq. pra dir: Maurício Krenak, Cássio Potiguara, Olívio Jekupé, Bethb Serra (FNLIJ), Daniel Munduruku, Armando Jabuti, Marcio Bororo, eu Graça Graúna e Álvaro Tukano. Foto: Jussara.


Quando vi tantos parentes reunidos no V Encontro de Escritores e Artistas Indígenas, veio a minha mente a idéia de que esse V Encontro sintetizou nossas vozes e angústias acumuladas há mais de 500 anos.


Li o emociante depoimento do parente Cássio Potiguara (O encanto da palavra na terra da Kari - Oca) acerca do V Encontro de Escritores e Artistas Indígenas, em terras cariocas. Acho que ele conseguiu sintetizar o sentimento de todos que participaram desse grande acontecimento. Muito importante, sim, e que não poderia ser diferente, pois contando com as boas energias de líderanças indígenas, o nosso V Encontro ultrapassou as expectativas. Tivemos para nos guiar, a força da imagem e da palavra dos grandes líderes do Movimento Indígena: Álvaro Tukano, Ailton Krenak, Daniel Munduruku e Eliane Potiguara e de todos os nossos ancestrais que se fizeram presente para fortalecer nosso espírito em prol do bom andamento do Encontro.
Não esquecerei dos sagrados momentos que todos(as) tivemos durante as quatro mesas-redonda: na manhã da quarta-feira nos deleitamos "Em um mundo habitado por Espíritos", com a participação de Álvaro Tukano, Daniel Munduruku e Ailton Krenak.
Na seqüência, a palavra germinando em poesia e contação de histórias "Em um mundo formado por Palavras e Deusas", teve a participação de Marina, Rosa, Eliane Potiguara, Graça Graúna e Aurilene Tabajara.
No período da tarde, o universo masculino mostrou também sua sabedoria e arte "Em um mundo repleto de Sons e Imagens", com Cristino Wapixaa, Marcio Bororo (música), Wasiry Guará (letra e grafismo), Elias Maraguá (grafismo), Xohã Carajá (grafismo) e Cleomar Umutina (grafismo). Na mesa "A Palavra virou Letra”, a grande participação de Cássio Potiguara, Getúlio Wapixana, Luciano Umutina (teatro) Olívio Jekupé e Daniel Munduruku.
Quando vi tantos parentes reunidos no V Encontro de Escritores e Artistas Indígenas, veio a minha mente a idéia de que esse V Encontro sintetizou nossas vozes e angústias acumuladas há mais de 500 anos; por isso mesmo, foi natural a nossa ansiedade de querer mostrar tudo ou quase tudo que inquietava o nosso espírito e por isso mesmo, antes da abertura do evento, o Daniel Munduruku, Álvaro Tukano, Ailton Krenak e Olívio Jekupé abriram o evento com uma cerimônia que culminou com a participação de dezenas e dezenas de pessoas que fizeram um grande circulo em volta da fonte e do jardim no pátio interno do MAM. Foi preciso vibrar os maracás para equilíbrio do encontro e do planeta.
À noite da quarta feira, o nosso grupo liderado por Álvaro Tukano, Ailton Krenak, Daniel Munduruku e Eliane Potiguara participou do I encontro da UERJ com Escritores Indígenas, encontro este coordenado pelo Prof. José R. Bessa Freire, integrante da lista de Literatura Indígena.
Esta é apenas uma pequena parte da história, pois o V Encontro de Escritores e Artistas Indígenas não ficou restrito ao 10º Seminário da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil; tivemos outros momentos sob a generosidade de Beth Serra – responsável pelo sucesso do 10º seminário da FNLIJ. Tivemos muitas atividades paralelas e a esse respeito voltaremos a conversar. Paz em Nhande Rú.

Graça Graúna
Nordeste do Brasil, 9 de junho de 2008

4 comentários:

Ernani disse...

Orgulho de ser escritora, orgulho de ser indígena, orgulho de sr pernambucana.... O que dizer mais de você amiga???? Parabéns pelo belo encontro!!!

Educadora em Direitos Humanos disse...

obrigada meu querido Ernani. Bjos de luz, Graça Graúna

marciobororo disse...

Olá minha querida amiga Graça, estou louco procurando seu endereço para lhe enviar o seu presente. Confesso que o papel com seu endereço eu perdi. Porém estou desisperadamente procurando e tenho de encontrar póis; o colar que irá receber de presente, já faz parte de você.
Meu e-mail: marciobororo@hotmail.com

marciobororo disse...

Olá minha querida amiga Graça, estou louco procurando seu endereço para lhe enviar o seu presente. Confesso que o papel com seu endereço eu perdi. Porém estou desisperadamente procurando e tenho de encontrar póis; o colar que irá receber de presente, já faz parte de você.
Meu e-mail: marciobororo@hotmail.com